Números do setor consolidam uma máxima da economia global: imóvel é um dos investimentos mais seguros e rentáveis disponíveis no mercado.

Além de ser um ativo de baixo risco, o imóvel bem escolhido mantém o seu valor de mercado e pode ser mais rentável, ao longo do tempo, do que a maioria dos investimentos. Por isso, o imóvel é considerado um porto seguro, uma moeda forte. Haja crise ou não, com ou sem inflação, todos querem transformar parte de seu dinheiro em tijolo e cimento, seja para realizar o sonho da casa própria, seja para proteger o seu patrimônio. No Espírito Santo, a percepção do imóvel como moeda forte em todos os tempos é facilmente comprovada. Vitória, por exemplo, é a segunda capital do País onde o imóvel pronto, de acordo com a pesquisa Fipe Zap, registrou valorização acima da inflação. A cidade aparece no topo da lista, com aumento de 11% nos últimos doze meses, enquanto a inflação chegou a 8%.

asas

sdsds

DSC_0258

Para os imóveis em construção, os bairros tradicionais da Grande Vitória apresentaram uma valorização bem acima da caderneta de poupança, entre outros indicadores econômicos e financeiros do País. Nos últimos cinco anos, um imóvel de quatro quartos na Praia do Canto, em Vitória, por exemplo, obteve valorização de 98% contra os 39% de rendimento da poupança, como também se manteve acima do IPCA (39%) e IGPM (35%). Neste mesmo período também destacam-se os bairros Bento Ferreira e Jardim Camburi, na capital. O primeiro possui apartamentos de dois quartos com 66% de valorização, enquanto Jardim Camburi conta com unidades de dois dormitórios com preços mais elevados. De junho de 2010 a abril de 2015, eles registraram alta de 85%. 

Imóveis

Vitoria_Noturnas_GL_32

Em Vila Velha, os imóveis de três quartos na Praia da Costa e dois dormitórios em Itaparica apresentaram valorização média de 48%. Já no município de Serra, o bairro Laranjeiras destaca-se com os empreendimentos de três quartos com alta de 57% no preço em cinco anos. Em relação às vendas, o segmento imobiliário conta com 75% das 27.375 unidades em produção comercializadas. Este é um patamar bastante saudável, sobretudo se considerarmos que a oferta vem caindo desde 2012. Mercado equilibrado, segurança e valorização de médio e longo prazos: esta é uma ótima notícia para quem possui um imóvel ou está pensando em adquiri-lo.

Imagem1

 Fonte: Revista Prêmio ADEMI 2015

Compartilhe:
Comentários: 0

Um espaço bem planejado, no tamanho ideal e com espaços bem aproveitados. Esse é o diferencial da casa modelo A do Condomínio Aldeia Imperial Colatina. Visitar a casa e visualizar as possibilidades de decoração faz toda diferença para quem vai comprar um imóvel, por isso a Morar Construtora e Fortes Engenharia decoraram a parte social da casa A.

A marcenaria foi projetada pelos profissionais Rita Garajau e Lúcio Rossi  e a decoração contou com a participação das arquitetas Ana Paula Gatti e Renata Guedes, que apresentaram a valorização de todos os espaços, com áreas que chamaram a atenção da visitante Patrícia Reali. “Fiquei encantada com a sala, achei muito interessante o aproveitamento da pilastra, que ganhou um revestimento muito bonito e um bar. Não teria pensando nisso. Olhar a casa decorada faz toda a diferença”, destacou Patrícia na entrevista dada ao programa local, Evidence, com a apresentadora Elisangela Ramos.

Na decoração da área social da casa modelo A foram usados tons neutros para demonstrar o aconchego e tranquilidade, o que também deixou o ambiente mais clean e amplo, além de proporcionar maior luminosidade interna. As cores diferenciadas, em tons de uva, dourado e verde, foram reservadas para os adornos e mobiliário solto. Juntas, essas tonalidades deram personalidade e sofisticação ao projeto.

CON_0179

CON_0159

CON_0182

 A varanda gourmet, que serve de palco para reuniões com os amigos e familiares, e o típico churrasco do fim de semana, foi projetado de forma a tornar o ambiente bem alegre e descontraído, com a utilização de adornos e mobiliário nas tonalidades azul, amarelo e floral.  O requinte ao ambiente foi proporcionado também com a utilização de móveis em fibra sintética e madeira peroba mica rústica. Além disso, um trabalho personalizado também foi feito no paisagismo, assinado por Márcia Bissoli, para mostrar ao cliente como esse espaço pode ficar charmoso.

CON_0197

 O destaque foi dado para o jardim vertical, tanto em relação à funcionalidade, onde é possível o morador utilizá-lo cultivando diversos tipos de plantas, até mesmo uma horta, quanto em relação à estética,  com a composição de cores vivas e alegres, que remetem a outras peças deste lindo espaço gourmet.

CON_0173

Outro ponto que foi trabalhado pensando na funcionalidade e aproveitamento do espaço, foi o local embaixo da escada, que abriga um móvel de madeira de demolição para servir como roupeiro. Tudo isso foi projetado para que o cliente consiga visualizar os espaços e que se sinta, de fato, em sua casa.

CON_0183

CON_0162

CON_0206

A casa A possui 126 m² de área construída, além de varanda gourmet e três vagas de garagem sendo duas cobertas. O Aldeia Imperial contará com clube de lazer completo, varanda de jogos, sauna com duchas e repouso, sala de ginástica e salão de festas climatizados, churrasqueiras, parquinho, piscina com raia de 25m e prainha, piscina infantil, quadra poliesportiva com marcação de tênis, gazebos, campinho gramado e áreas verdes. O condomínio tem entrega prevista para 2016.

Acesse: morar.com

Compartilhe:
Comentários: 0

Atualmente, ir para a academia é praticamente rotina. Porém, para os que conseguem abrir um espacinho na agenda e se dividir entre todos os afazeres do dia-a-dia há recompensas. A vida nas academias pode até ser divertida, mas ela é muito mais monótona do que a prática dos exercícios ao ar livre.

E vamos falar a verdade… Aproveitar o verão, o calor e toda a disposição que o sol nos oferece pode ser uma excelente oportunidade para fazer dos exercícios ao ar livre uma daquelas rotinas boas de ter e de se manter no dia-a-dia.

A cidade de Vitória é uma capital litorânea que por sua posição no mapa oferece uma geografia extremamente recomendada para a prática de exercícios ao ar livre. Em destaque podemos citar a Praia de Camburi, região com grande valorização onde se encontra a obra do empreendimento de alto padrão com apenas 20 unidades exclusivas, o Mirador Camburi.  A maior orla da cidade conta com espaços para esportes convencionais como corrida, caminhada, patins, vôlei, natação, surf, futebol de areia ou para esportes novos e alternativos como circuitos em grupos, slack line, stand up paddle e muitos outros. Todos praticados ao ar livre aproveitam o visual que o espaço oferece.

Mas aí somos levados a outra questão: Você tem ideia dos tipos de exercícios que podem ser praticados e sob quais condições o seu desempenho não estará ameaçado e, por consequência, a sua saúde?

Calma, estamos aqui para lhe ajudar. Nós temos uma lista dos exercícios que você pode experimentar para a prática ao ar livre, na praia de Jardim Camburi. Vamos às dicas!

 

Alongamento

Antes de executar qualquer exercício e depois de terminar o mesmo é necessário alongar. O alongamento favorece o aumento da flexibilidade muscular e evita que o músculo sofra lesão. Além disso, quanto mais alongado o músculo do seu corpo, maior será a movimentação da articulação comandada por ele. Desta forma, você terá maior agilidade e elasticidade para executar os exercícios propostos.
Então, não esqueçam de alongar. Combinado?

alongamentos-praia

 

Circuito de Praia

Uma opção bem interessante e que tem tomado conta da orla de Camburi são os circuitos de praia ministrados por equipes de professores de Educação Física. O treinamento funcional oferecido pelos circuitos de praia proporciona uma série de exercícios, dentre eles os aeróbicos, os funcionais, os de flexibilidade e os localizados, trabalhando sempre com o ritmo de cada aluno. E pasmem, uma sessão de 45 minutos de exercícios na praia queima em média 400 calorias.

dsc1626

 

Stand Up Paddle

Outra opção que veio com tudo no verão e nas regiões com águas tranquilas é o Stand Up Paddle. Esse exercício é praticado com auxílio de uma prancha e um remo. OStand Up Paddle, também conhecido como SUP, consiste em remar em pé em cima de um pranchão. Essa prática é muito divertida, é um excelente exercício e dá uma boa canseira. O desafio é o tempo que você leva para ficar em pé nas pranchas, mas só a diversão dos tombos já vale a pena.

mulher-praticando-stand-up-paddle-no-mar

 

Slackline

Slackline beneficia e muito os seus praticantes, pois além de melhorar a postura e o equilíbrio corporal, aumenta a concentração e a força, e diminui o estresse. Este esporte consiste em andar e se equilibrar em cima de uma fita elástica, própria para esta atividade. A fita precisa estar esticada entre dois pontos fixos (se você não tem muita familiaridade com a fita peça ajuda a um praticante para evitar acidentes). OSlakcline pode ser praticado descalço ou de tênis. Não é aconselhado o uso de sandálias. A praia é um cenário perfeito porque a areia amortece a queda. Assim, você pode se exercitar sem medo de ser feliz.

o-maticd

 

Natação no Mar

O principal exercício que você pode praticar aproveitando as ondas e o clima da praia é a natação. Esse exercício, muito embora seja altamente recomendável para se praticar nas praias, é muito mais difícil de executar em mar aberto do que no conforto das piscinas. Se você não é um nadador profissional, vá com calma! Fique perto dos guarda-vidas, escolha ondas mansa e, se for muito cansativo o exercício, use uma boia para ajudar. Fará muita diferença.

marcelocollet_div_95

 

Corrida na Areia

A corrida também é um exercício excelente para praticar nas areias ou no calçadão da praia. E o que é melhor, você pode variar a dificuldade do exercício apenas saindo da via de corrida e indo para a areia. Correr na areia é um exercício extremamente pesado. Para se ter uma ideia, em apenas 5 minutos de corrida na areia, você já faz exercícios semelhantes a 15 minutos de corrida na esteira. São 3 vezes mais resultados.

dupla na areia

 

Hoje em dia, é muito comum ver estruturas de academias criadas para as pessoas praticarem exercícios. Embora não dê para regular as cargas, você pode muito bem fazer uma série de exercícios com os aparelhos disponíveis ali.

E aí, gostaram das dicas? O importante é escolher um exercício que seja prazeroso para que você consiga manter uma rotina de atividade física.

 

Fonte: Sua saúde agora

Compartilhe:
Comentários: 0

Quer dar uma cara nova à casa? Que tal trocar apenas a cortina? Sim, ela pode fazer uma grande diferença no visual. Mas a sua escolha não é tão simples quanto parece. Para evitar erros e arrependimentos, confira as dicas da arquiteta Patrícia Cillo, do escritório Figolli-Ravecca, e da designer de interiores Bianka Mugnatto, da Interart Interiores.

A arquiteta Patrícia alerta que cortinas escuras podem desbotar com o contato com o sol. “Por isso, é importante escolher um tecido pré-lavado. Para evitar o desbotamento, muitas vezes é necessário contar com um forro atrás da cortina, que pode ser de linho, por exemplo”, ensinou.

Cores claras

6

Cortinas de cores claras ajudam a conferir amplitude e leveza. A arquiteta Vivian Coser, do VCS Projetos, apostou em modelo de seda pura.

7

Pensando em barrar a entrada de luz com suavidade, a arquiteta Daniela Velloza e a designer de interiores Virgínia Velloza, do escritório DV Design, elegeram a cortina romana clara, da Uniflex Plaza Sul.

 

8

Uma sugestão da designer de interiores Bianka é adicionar um toque de cor por meio de xales. “Podem ser trocados em cada estação, por exemplo. Podem ser ainda alinhados com as almofadas, fica uma composição linda.” Na foto, a designer de interiores Adriana Fontana escolheu xale franzido cinza para compor com a cortina branca.

 

Cores escuras 

9

Quem disse que cortina tem que ser clara? As escuras também são bem-vindas e deixam o ambiente mais intimista, como mostra a sala assinada pela designer de interiores Tata Wu, com cortina feita de voil de poliéster da Uniflex Plaza Sul. “Pensei no voil, pois queria um tecido leve. As listras ajudam a suavizar a cortina e dar mais leveza ao ambiente. O contraste foi essencial para a harmonia da decoração”, comentou a designer.

 

10

Vale lembrar que os tecidos sintéticos são mais resistentes ao sol”, comentou a designer de interiores Bianka. Na cada de praia assinada por elas, as cortinas da sala são de tecido sintético justamente por ser resistente à maresia e à luz natural, contando com textura e aspecto de linho natural. Como o pé-direito do living é duplo, a cortina é acionada por controle remoto.

 

Estampas

11

Cortina floral confere ar romântico. Lisa ou listrada torna o espaço contemporâneo. Lisa com tecido diferenciado ou com estampa gráfica deixa o visual despojado. Sim, a cortina pode ser estampada, mas essa escolha requer mais cuidados. “Fazer tudo estampado, como cortina, sofá e tapete, pode deixar o ambiente cansativo e nada agradável. Tentaria equilibrar os tecidos: se quiser usar uma cortina mais estampada, aposte num sofá e numa parede mais neutra e use nas almofadas o mesmo tecido das cortinas. Pode ficar uma combinação bem elegante”, recomendou a arquiteta Patrícia.

 

12

A estampa também pode marcar presença na cortina e em outro item ao mesmo tempo, como papel de parede ou poltrona. “Pode-se compor listrado com floral, xadrez com floral, textura com floral, formas geométricas com listrado. Não há uma regra específica e várias combinações e efeitos são possíveis num ambiente” comentou a designer de interiores Bianka. No ambiente da foto, assinado pela arquiteta Solange Guerra, o tecido com listras da cortina cai bem com o de folhagens da poltrona.

 

Blackout

13

Para mais privacidade e evitar reflexos na televisão, a sala de TV e os quartos pedem menor luminosidade. Sendo assim, é interessante apostar em um forro para eliminar a claridade. O escritório Figolli-Ravecca apostou em uma cortina leve, que deixa a claridade entrar no apartamento, além da seda rústica forrada, que confere o efeito de blackout.

Praticidade

14

O varão é um dos suportes mais usados e é bastante prático. “Possui um acabamento bacana e não precisa de cortineiros e nem de bandôs. O trilho, se estiver embutido no gesso, faz muito bem a função”, comentou a designer de interiores Bianka. No dormitório da menina, idealizado pelo escritório Figolli-Ravecca, a cortina de voil branco está colocada no varão e conta com um móbile de fada para dar um ar romântico e feminino.

 

Fonte: Terra Dicas de Decoração

Compartilhe:
Comentários: 0

As casas são ideais para quem não abre mão de espaço e de uma área externa. As opções em condomínio fechado, por exemplo, recriam os tempos de infância em bairros, devido à segurança, aos espaços de lazer e também à proximidade com os vizinhos. Mas ter casa traz o desafio da segurança, por isso cada vez mais famílias buscam a tranquilidade e a qualidade de vida dos condomínios horizontais. Espaço para as crianças, animais de estimação e convivência em família são alguns dos diferenciais das casas.

Com mais de 30 anos de história, a Morar possui expertise única em construção de condomínios fechados de casas já tendo entregue 7 só nesse modelo. Além de todo Know-how, a empresa também se destaca pela qualidade dos projetos e pela entrega no prazo.

Aldeia Imperial  037 -  Foto Sagrilo - Imprensa

Os condomínios horizontais da Morar foram planejados pensando na funcionalidade dos espaços comuns do condomínio. Dentro disso é importante ressaltar a infraestrutura e acabamento dos ambientes de lazer como o salão de festas, quadra, sala de ginástica e musculação e também o espaço de jogos e área de piscinas.  Todas as ruas e calçadas são projetadas para acesso fácil as casas e a área de guarita e muros pensados para preservar a segurança dos moradores com pulmão de segurança de acesso a pedestres, câmeras, interfones para identificação e muito mais.

2

3

O condomínio Aldeia Manguinhos é o último dos empreendimentos entregues pela Morar nesse modelo e é representativo dessa trajetória de sucesso em um novo conceito de qualidade de vida. O condomínio já está em funcionamento há mais de 1 ano e faz feliz seus moradores. O ambiente tranquilo faz com as crianças possam visitar casas de famílias vizinhas, passear de bicicleta pelas ruas, brincar na piscina enquanto os pais possam descansar tranquilos sabendo que os filhos estão em segurança.

CACA0019

4

5

1

5

E depois da entrega?

Uma preocupação natural das pessoas que gostariam de morar em um condomínio é as obrigações após a entrega.

Como funciona um condomínio de casas da Morar?

Após a conclusão das obras, acontece uma reunião promovida pela Morar de apresentação do condomínio para conhecer todos os detalhes da construção e aprovar a previsão orçamentária. A reunião é democrática e os futuros moradores podem nesse momento participar da eleição do corpo diretivo do condomínio (síndico, subsíndico e conselho consultivo fiscal) e empresa administradora.

A empresa administradora, será responsável pela contratação dos prestadores de serviços (porteiros, zeladores, etc), pela manutenção e conservação das áreas comuns, bem como no gerenciamento das receitas e despesas do condomínio, juntamente com o Síndico e Conselho isentando o morador de qualquer preocupação em relação as áreas comuns.

 

A previsão orçamentária é a relação de todas as despesas necessárias para que o condomínio possa funcionar e é rateada gerando a taxa de condomínio do morador. No caso das casas ainda não vendidas, a Morar paga 50% (cinquenta por cento) da taxa condominial.

Juntamente com as chaves, o cliente receberá também o Manual do Proprietário com todas as instruções de funcionamento da casa, como solicitação de energia, instalação de mobiliários, dentre outras. Além disso, em caso de dúvidas, o cliente terá acesso a um atendimento personalizado que a Morar oferece através da equipe de Relacionamento com Cliente. O trabalho dessa equipe é de dar todo o suporte a esse novo momento de vida dos moradores.

É importante destacar que toda a área comum é entregue mobiliada e decorada para que o morador não tenha nenhum custo com isso após a entrega e já possa usufruir dos espaços desde o primeiro momento. Toda essa infraestrutura será cuidada e conservada por uma administração para maior tranquilidade dos moradores. Assim o morador terá apenas a preocupação de desfrutar dos ambientes com sua família e as crianças poderão brincar na rua, andar de bicicleta com liberdade e segurança.

Compartilhe:
Comentários: 0
4Ps © 2011 Morar Construtora e Incorporadora Ltda